Break 154…

gota

“Ingrediente da VIDA… PRIVADO”

Vão-me desculpar mas o tempo escapa-me por entre os dedos… E há medida que se aproxima a data da suspensão por TEMPO indeterminado… A vontade de contemplar supera a vontade de escrever numa máquina!

Aproveito as palavras escritas pela Amiga aNaTureza e faço como os preguiçosos contempladores… Copio e Colo!

Concessão/privatização do abastecimento de água e Carta a enviar a membros do governo

***

População contra a privatização da água em Odivelas.

Várias dezenas de trabalhadores manifestaram-se ontem, dia 29, na Assembleia Municipal de Odivelas contra a intenção do executivo municipal socialista de entregar a água aos privados. Uma decisão politicamente ilegítima que não consta do programa eleitoral com que o PS se apresentou a votos nas últimas eleições autárquicas. A privatização acabou por ser votada com os votos do PS e PSD, apesar de saberem, com ali foi demonstrado por trabalhadores, dirigentes sindicais do STAL, membros da Associação Água Pública, da “Água é de todos” e pelos eleitos da oposição, que este caminho lesa gravemente os interesses das populações e dos trabalhadores. Em defesa do serviço público, dos postos de trabalho, da “água é de todos” os trabalhadores deixaram bem claro que a luta vai continuar e que muita água vai ainda correr debaixo da ponte…

povo

Antes que privatizem a água do seu concelho, assine e recolha assinaturas para:

– Iniciativa Europeia de Cidadãos pelo Direito à Água http://right2water.eu/
– Iniciativa Legislativa de Cidadãos A Água é de Todos em http://www.aguadetodos.com/content/view/77/41/
– Petição pela Privatização da Água a Referendo em http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N11644

Apelo para que haja um envio massivo de e-mails ou cartas de protesto para o governo:

Gabinete do 1º ministro – gabinete.pm@pm.gov.pt
Secretário de estado da presidência do conselho de ministros – gabinete.sepcm@pcm.gov.pt
Ministro das finanças – gabinete.ministro@mf.gov.pt
Ministro da economia – gabinete.ministro@mee.gov.pt
Ministra da agricultura – gabinete.ministro@mamaot.gov.pt
Grupo Águas de Portugal – info@adp.pt

(Introduzi algumas alterações na carta original…)


Ex.mos Srs.,

Declaro o meu total repúdio pela recentemente aprovada Proposta de Lei 123/XII que “Procede à segunda alteração à Lei n.º 88-A/97, de 25 de Julho, que regula o regime de acesso da iniciativa económica privada a determinadas actividades económicas” e que teve o “natural” apoio da maioria parlamentar PSD e CDS-PP, e que tem como objectivo regular “…o regime de acesso da iniciativa económica privada a determinadas actividades económicas, visando a reorganização do sector de abastecimento de água e saneamento de águas residuais e recolha e tratamento de resíduos sólidos.“, o que em termos mais simples quer dizer que permite que a água, e serviços conexos, passe a ser “objecto” de venda para obtenção de lucro por parte de empresas privadas.

Gostaria de vos lembrar, que a água é um direito humano e um bem comum.
Moralmente nunca deverá ser um bem destinado à obtenção de lucro por parte de entidades que não sejam representativas da população, exactamente por ser um recurso básico e essencial à vida de todos os seres. É também uma decisão politicamente ilegítima por não ter constado de nenhum programa eleitoral, pelo menos de domínio público.
Por estes motivos, exijo como Cidadão, que seja efectuado um referendo, mas apenas após vasta e clara discussão pública, e sessões de esclarecimento, visto ser esta a única forma que poderá, eventualmente, tornar uma decisão desta magnitude democrática e digna de um Estado de Direito Republicano. Isto se os Senhores acreditam ainda nestes valores.

Senhores, não servirá o exemplo do que já aconteceu em outros países? Ou apenas fazem como de costume e apenas vêem aquilo que vos interessa?

Concordo absolutamente com este excerto de uma intervenção no parlamento:

“A má estratégia, a incompetência, a negligência dos sucessivos governos, bem traçada à escala de uma desejada privatização do sector da água, é que é a responsável por problemas de sustentabilidade, que ainda assim têm solução que não passa obviamente pela privatização da sua gestão. Os problemas de sustentabilidade do sector foram produzidos por más opções políticas.
Denegrir agora o sistema público de gestão da água é um entretenimento do governo e da maioria parlamentar para sustentar o seu desejo de privatização. O concelho de Almada que optou por virar as costas à chantagem do governo e por via disso nunca obteve financiamento central ou comunitário dos seus investimentos, tem hoje, um sistema perfeitamente sustentável, numa gestão totalmente pública que merece ser focada.
Almada capta, armazena, distribui em baixa, faz tratamento de águas residuais, ou seja, tem uma gestão pública, directa e integral. Cobra aos munícipes 1,20 euros/m3 e há 3 anos que não aumenta o preço da água porque não precisa cobrar mais pelo valor da água para garantir a sustentabilidade do sistema. O sistema é auto-suficiente e tem uma escala de 200 000 habitantes, tem 100% de abastecimento e 100% no saneamento.
Isto é um exemplo de boa gestão pública e há mais casos no país.”

Sem outro assunto de momento,

Subscrevo com os melhores cumprimentos”

E pronto…

Se quiserem podem ler aqui o DAR com a discussão no plenário! Ou aqui para verem o vídeo da sessão!

Aproveitem a Internet para tentarem alterar algo sem que seja necessário recorrer a outros meios mais “físicos”…

Por aqui me fico!

551…

Ora aí está…

Uma das primeiras vítimas, pelo menos conhecidas, que já está a usufruir das benesses do

é… George Wright

E como conseguiram os américas descobrir que o bacano andava por terras lusitanas?

Fácil fácil… Basta ligar à Base de Dados dos Tóinos Portugas que agora é de acesso LIVRE E GRATUITO por o código de busca a correr e esperar que comecem a sair os coelhos da cartola (Base de Dados dos Tóinos Portugas)… e nem é preciso ficar a olhar para o monitor… enquanto o código corre sempre podemos ir comer um Donut e beber um Starbucks (estou a imaginar que sou terrorista ocidental!!)

Portanto meus meninos nada de ideias malucas, atenção aos comentários a ameaçar o Barraca Obama, cuidado com transferências bancárias, cuidado com GPS, telemóveis, PDA, smartphones… bem resumindo Cuidado com toda a vossa VIDA ELECTRÓNICA… pois agora os Terroristas Ocidentais conseguem saber tudo o que fazem… até quando cagam!

518…

FADA DO BOSQUE… graças ao teu último comentário, e em tua homenagem.

514…

Se antigamente os tipos acediam aos dados de forma ilegal…

Agora, graças aos palhaços… lá estou eu com manias, graças aos Deputados do PS/PSD/CDS os bacanos podem continuar a vasculhar tudo o que lhes apetecer, mas, agora é LEGAL…

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PARA REFORÇAR A COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA PREVENÇÃO E DO COMBATE AO CRIME

Podem ler esta beleza aqui

Tudo isto para nos protegerem dos mil milhões de terroristas que há no Planeta Terra… mais ou menos 7 mil milhões. Só em Portugal há +- 10.500.000 de terroristas e criminosos…

Fica aqui registado o MEU agradecimento pessoal aos seguintes “Deputados”…

(Se quiserem ver a fronha dos(as) ditos(as) e até, quem sabe, enviar beijinhos ou outro tipo de agradecimento, cliquem no nome…)

Os “Gloriosos” do PSD

 
 
Os “Emplastros” do CDS/PP
 
 
Os “Ressabiados” do PS
 
 
 
 
 
 

248…

Ando mesmo fartinho de conversa… da TRETA!!!

Traduzido, via Google, pois estou a escrever legendas… e não tenho tempo para mais!…

“Os líderes mundiais têm ficado aquém de um compromisso para conter a perda de biodiversidade e, ao invés, têm permitido quedas alarmantes em nas populações de espécies, habitats e outros indicadores, um estudo mostrou quinta-feira.

Os pesquisadores analisaram 31 indicadores com dados globais para o período 1970-2005, para medir o progresso em alcançar a meta estabelecida pelos líderes mundiais em 2002 para reduzir significativamente a taxa de perda de biodiversidade.

A meta foi estabelecida em 2002 no âmbito da Convenção da Diversidade Biológica (CBD), ea meta para alcançar essas reduções significativas foi este ano.

Mas o estudo publicado na revista “Science” não encontrou nenhum indício de que a taxa de perda de biodiversidade tem vindo a abrandar ao longo das décadas.

“Houve quedas dentro das tendências .. população de vertebrados e aves especialista habitat, populações em todo o mundo shorebird manguezais; extensão de floresta;; leitos de algas marinhas e as condições dos recifes de coral”, disse o estudo liderado por Stuart Butchart, um investigador com Programa Ambiental da ONU e com o grupo BirdLife International.

O risco de uma espécie se extinguir acelerou, e as pressões sobre a biodiversidade têm aumentado nas últimas décadas, os investigadores concluiram.

Essas pressões incluem o consumo humano de recursos ecológicos do planeta, e aumento no número de espécies exóticas na Europa, sobre-exploração dos stocks de peixes mais e mais, e os impactos da mudança do clima, que afetou as populações de aves, diz o estudo.

Em 2002, quando definir o seu objectivo de travar a perda de biodiversidade, os líderes mundiais reconheceram que perder a vida vegetal e animal e sistemas de terra tem um impacto negativo no bem-estar humano.

Por essa razão, o seu objectivo de parar a podridão em 2010 meta foi incorporada das Nações Unidas de Desenvolvimento do Milénio.

Os investigadores incitaram os governos do mundo para mostrar que são sérios sobre a preservação das espécies da Terra por inverter as políticas prejudiciais, a integração da biodiversidade nas decisões sobre uso da terra, e aumentar o financiamento para as políticas que combatam a perda da biodiversidade frente.”