655…

“Assim… SIM… fartura!”

Esta mensagem é uma mistura de BOAS e MÁS notícias…

Começo então com a

BOA notícia…

“Plantações de milho transgénico cresceram 59%”

É verdade… Em Portugal os OGM vão de vento em popa! Sempre a abrir…(fonte)

A região onde mais aumentou o cultivo de milho OGM foi, por Alqueva estranho que pareça, o Alentejo… Mais de 90% de aumento…

No total e para o ano de 2011 o cenário foi este (fonte de dados)

Mas isto de hectares… Não tenho noção a que área equivalem os 7723.6 ha… Pois então, equivalem a 77.236.000 m2… Algo como +- 514.906 apartamentos com 150 m2… Um LUXO!

Uma coisa é certa, com o passar do tempo, e com o desenvolvimento da rede de regadio do Alqueva o aumento da área de plantação de milho OGM, o melhor milho à face da TERRA… é coisa certa!

Felizmente que construímos Alqueva… É que sem esta magnifica obra nunca conseguiríamos fazer cultivo de Milho OGM no Alentejo… Além de TUDO o resto a ela associado!

Agora a MÁ notícia…

“Rio Tinto desiste de investir mil milhões em mina de Moncorvo”

Uma miséria total e absoluta… (fonte)

Ai credo… 1.000.000.000€… Assim se foram… Levados pelos tipos das medalhas!

O que vai ser agora daquela gente de Trás-os-Montes?! As tascas e os cafés de esquina já estavam a ver os montes de populaça que ia para lá trabalhar, o negócio ia crescer, iam conseguir servir 24 cafés por dia, e vender umas quantas “minis fresquinhas”! Era o renascer da esperança…

Agora não…

“Rio Tinto” olhou para o quintal e disse “Estes Portugas são loucos! Não têm caminho de ferro, e as auto-estradas é tudo a pagar! Vamos mas é para Moçambique que por lá é que está a dar”

E realmente verdade seja dita… O que raio é que vinha a Rio Tinto patrocinadora dos Jogos Olímpicos da Sustentabilidade fazer para um País Insustentável… Cheio de Dívida e a Definhar?!? Ganhar má fama?!?

Mas na REALIDADE, a BOA notícia é MÁ notícia…

e a MÁ é afinal BOA notícia… Se bem que apenas para uma minoria muito minoritária!

608…

“Não… por favor… Eu sou uma pessoa séria”

Vá lá… aceita! Afinal toda a gente aceita… e não tem mal nenhum…

Não é por receberes esta pequena lembrança que alguém vai morrer!

Dinheiro…

Dinheiro gera… Dinheiro… É o que dizem por aí… Quanto mais tiveres, mais consegues obter…

O Dinheiro é o nosso DEUS…

Sem Ele não VIVEMOS… e sem Ele não há dúvida nenhuma que não tínhamos atingido este elevado grau de bem-estar, desenvolvimento, cultura e fraternidade. Afinal de contas é Ele que nos permite comprar tudo o que existe. Sem Ele não existia NADA. Existir até existia… mas não tinha VALOR!

Seja Ele físico, ou metafísico, Ele é Omnipresente… Ele governa a nossa Vida… É graças a Ele que compramos Felicidade, Saúde e Bens Materiais… Sem Ele nada disto era possível…

Como é que é possível comprar Comida se não O tenho?

Como é que é possível comprar Roupa se não O tenho?

Como é que é possível fazer com que alguém faça algo por mim se não O tenho?

E como Ele é assim glorioso e poderoso… As Suas criações são igualmente Gloriosas e Poderosas… e feitas à Sua Imagem.

Clique na imagem para ampliar

Sem Ele não haveriam indivíduos dispostos a contaminar os Solos, a alterar os ADN das espécies que habitam este Planeta, a poluir a Água e o Ar… Enfim, a tornar este feio e hostil Planeta num local paradisíaco e afável para o Ser Humano…

E que Ele nos dê a Graça de permitir que mais e mais Organizações Gloriosas e Poderosas, onde trabalham indivíduos sérios e fiéis possam florescer e crescer… Ainda mais…

Vão em Riqueza… e que o Dinheiro vos Corrompa…

422…

Caminhamos lenta, mas firmemente…

A Estrela que nos guia…

Não importa a quantidade de estudos que se façam…

Não importa o que realmente acontece…

Imagens retiradas deste artigo, mostram a contaminação e morte de colheitas naturais pelos químicos da Monsanto.

Muito menos importam as petições, e-mail, cartas, telefonemas, manifestações…

Porque no fim das contas… o que importa nesta Civilização é…

E como assim é, o resultado é sempre o mesmo…

28 de Janeiro de 2011

Mas isto não acontece só porque estava vento forte em 28Jan11, claro que não!!

No dia anterior, 27 de Janeiro de 2011, surgiu a notícia…

E é assim que se faz…

393…

Pois é…. Estes animais arranjam sempre uma forma de dar a volta ao texto!

Há uns tempos atrás o Povo Europeu uniu-se e assinou uma petição para ser entregue à Comissão Europeia…
Foram mais de 1.000.000 (UM MILHÃO) de crentes no sistema democrático (Eu faço parte destes crentes, tótó) que assinaram a petição…

Não se lembram? Pode ser que a imagem seguinte vos reviva a memória…

A Greenpeace juntou-se com a Avaaz e criaram uma petição (ver aqui) para tentar alterar o rumo das decisões sobre OGM na Europa…

Pois bem… Na altura das revisões dos tratados e de outras “tangas” os tipos escreveram, para se armarem em democráticos, uma coisa a que deram o nome de “Iniciativa de Cidadãos Europeus” que determinava que quando mais de 1.000.000 de cidadãos europeus se juntassem e fizessem uma petição a Comissão era obrigada a agir…

Pois bem os animais receberam uma petição com mais de 1.000.000 de assinaturas e o que fizeram?

AGIRAM…

Mas não na forma que possa estar a pensar… Ao invés andam nos bastidores a arranjar forma de alterar os textos que regulam a tal forma democrática de “Iniciativa de Cidadãos Europeus” para que não tenham mais que aturar estes chatos e inconvenientes escravos… eh… consumidores… eh não é Povo!!!!

Pois bem, mas lá no meio dos animais, há sempre alguém que não o é… e assim fica a seguir o link de mais uma petição para ajudar os que lá estão, pois estão a tentar impedir estas tentativas de alterações…

Petição “EU: TIME FOR PEOPLE-POWERED DEMOCRACY!

Este tótó já a assinou…

376…

Não aos OGM
Andamos a brincar com a Natureza… qualquer dia levamos o retorno!

This text will be replaced by the player

var so=new SWFObject(‘http://naturalnews.tv/player-licensed.swf’,’mpl’,’700′,’450′,’9′);so.addParam(‘allowscriptaccess’,’always’);so.addParam(‘allowfullscreen’,’true’);so.addParam(‘flashvars’,’config=http://naturalnews.tv/v-flashvars.asp?v=B459FF2B150FDF4651302A60993D9CF3′);so.write(‘playerB459FF2B150FDF4651302A60993D9CF3’);

Se já não me podem ler…
Ao menos oiçam os miúdos…

349…

Milho Bt

Este é o milho que foi alterado, por um animal que ainda pensa que pode controlar tudo…

Bem, mas fora este aparte, vamos lá então ao que interessa.

Logicamente os criadores desta nova espécie, acreditam que o seu trabalho é/foi perfeito e que este milho se comporta apenas como o seu criador quer que ele se comporte.

Mas o que significa o Bt?

Pois bem o Bt vem de Bacillus thuringiensis e é apenas uma bactéria do solo…

Como nós animais humanos não queríamos mais esperar pela corte da bactéria ao milho, o milho era muito tímido e nunca mais havia “cruzamento”, decidimos arregaçar as mangas e forçar a relação…

E assim um belo dia lá houve a tão esperada fertilização in vitro e a mãe bactéria e o pai milho olharam durante 1 segundo maravilhados para o seu rebento… Aos 2 segundos já os técnicos tinham levado o milho Bt para um cofre de alta segurança.

Assim “nasceu” o milho Bt… e este milho tinha por especial missão produzir uma proteína que matava as lagartas que comiam o milho regular… As lagartas pelos vistos não têm direito a viver nem a alimentar-se!!!

E se assim foi criado… assim cumpriu a sua missão… Campos e campos de milho Bt foram plantados e só morriam as malditas e safadas lagartas, só elas… SERÁ?

Pois claro que não…

Um estudo, que podem ler na integra aqui, conclui que afinal o milho Bt não é assim um menino tão bem comportado como os Pais o afirmam…

Deixo a seguir o resumo:

“Os resultados da nossa pesquisa sobre as influências dos subprodutos de culturas Bt em riachos de cabeceira têm várias implicações gerais. Primeiro, a pesquisa anterior partiu do princípio de que subprodutos de culturas transgénicas permaneceriam nos campos (3), o que ignora o potencial destes materiais para entrar e ser dispersos por riachos de cabeceira. As águas de superfície pode transportar o ADN transgénico (22), e nós agora mostramos que as toxinas que contêm derivados de culturas são igualmente dispersas pela paisagem pelos riachos. Em segundo lugar, insectos de riachos não têm sido um foco para a análise dos efeitos ecológicos de organismos não-alvo, apesar de sua proximidade aos campos agrícolas e, no caso de tricópteros, pela sua estreita relação filogenética com as espécies-alvo.

Os nossos resultados indicam que produtos derivados do milho Bt pode ter efeitos negativos sobre a biota dos rios em áreas agrícolas. Com base nestes resultados, sugerimos que a avaliação dos potenciais efeitos não-alvo de plantas transgênicas deve ser expandida para incluir relevantes organismos aquáticos, tais como os insectos de riachos. Por último, os riachos no meio-oeste dos Estados Unidos já estão prejudicados pelo enriquecimento de nutrientes e degradação do habitat extenso (23, 24); subprodutos de culturas Bt podem representar um factor de stress adicional para esses sistemas, o que tem implicações para a restauração dos riachos e para a gestão da vegetação das margens desses riachos em paisagens agrícolas.”

Portanto, sempre que oiço os Pais, Tios, Primos a falarem sobre o milho Bt, e a apoiarem outras fertilizações in vitro afirmando que tudo é controlado e que não faz mal a uma única mosca (morta), podemos estar certos e cem porcento seguros que isso não é verdade…

Também gosto de ouvir e ler aqueles que afirmam, convencidos que estão devido às lavagens cerebrais a que foram sujeitos em locais tipo universidades, que nós apenas aceleramos o tempo, e que já fazíamos isto antigamente… por certo pensam que somos todos burros e idiotas e que não sabemos ler e escrever…

Eu, sempre que existe algo para combater esta forma de fazer dinheiro, estão lá a apoiar…

320…

Numa altura em que o Durão e seu bando anda a fazer tudo por tudo para permitir a utilização de OGM, deixando a opção de utilização ou não aos Estados Membros (ainda mais susceptíveis de serem peitados)… considero simplesmente deliciosa a seguinte comunicação da Agência Europeia do Ambiente:

“Como pode a agricultura europeia fomentar a Biodiversidade” ligação

E até sugere:

“Principais tendências e sugestões de políticas

– A biodiversidade está na base dos processos e serviços dos ecossistemas essenciais para a agricultura, tais como formação do solo, controle de pragas, a manutenção da fertilidade do solo e a regulação do ciclo hidrológico.

– Pressões sobre a biodiversidade do solo está aumentando. A erosão do solo é agravada por actividades humanas como a sobre-exploração das terras agrícolas.

– De 1980 a meados dos anos 1990, as populações de aves comuns terra caiu quase 50%. Desde então, suas populações parecem ter estabilizado. As populações de borboletas de pradaria diminuíram 60% desde 1990 e o declínio continua.

– A mecanização, a drenagem e a introdução de culturas de irrigação tem simplificado a paisagem agrícola e florestal apuradas pequenas lagoas e coberturas para permitir a maquinaria pesada para se mover. Re-introdução de tais elementos tampão em sistemas de criação intensa de criar uma paisagem mais diversificada, proporcionando um mosaico de habitats e aumentando assim a biodiversidade.

– A agricultura intensiva também tem favorecido as culturas geneticamente uniformes e raças animais vulneráveis a pragas e doenças. Rotações longas de culturas diversas, a distribuição regional diversificada de culturas e culturas mais adequadas para seleccionar a fertilidade natural do solo pode contribuir para promover todos os biodiversidade, mantendo um elevado nível de produtividade.

– A próxima reforma da PAC oferece uma boa oportunidade para corrigir as deficiências existentes e integrar as questões da biodiversidade de forma mais eficaz.”

Será que o Durão só vê euros à sua frente? Uns têm cenouras… ele pelos visto tem euros…

Parece que uns andam a trabalhar e a apresentar soluções alternativas apenas para aquecerem e ganharem uns cobres…

320…

Numa altura em que o Durão e seu bando anda a fazer tudo por tudo para permitir a utilização de OGM, deixando a opção de utilização ou não aos Estados Membros (ainda mais susceptíveis de serem peitados)… considero simplesmente deliciosa a seguinte comunicação da Agência Europeia do Ambiente:

“Como pode a agricultura europeia fomentar a Biodiversidade” ligação

E até sugere:

“Principais tendências e sugestões de políticas

– A biodiversidade está na base dos processos e serviços dos ecossistemas essenciais para a agricultura, tais como formação do solo, controle de pragas, a manutenção da fertilidade do solo e a regulação do ciclo hidrológico.

– Pressões sobre a biodiversidade do solo está aumentando. A erosão do solo é agravada por actividades humanas como a sobre-exploração das terras agrícolas.

– De 1980 a meados dos anos 1990, as populações de aves comuns terra caiu quase 50%. Desde então, suas populações parecem ter estabilizado. As populações de borboletas de pradaria diminuíram 60% desde 1990 e o declínio continua.

– A mecanização, a drenagem e a introdução de culturas de irrigação tem simplificado a paisagem agrícola e florestal apuradas pequenas lagoas e coberturas para permitir a maquinaria pesada para se mover. Re-introdução de tais elementos tampão em sistemas de criação intensa de criar uma paisagem mais diversificada, proporcionando um mosaico de habitats e aumentando assim a biodiversidade.

– A agricultura intensiva também tem favorecido as culturas geneticamente uniformes e raças animais vulneráveis a pragas e doenças. Rotações longas de culturas diversas, a distribuição regional diversificada de culturas e culturas mais adequadas para seleccionar a fertilidade natural do solo pode contribuir para promover todos os biodiversidade, mantendo um elevado nível de produtividade.

– A próxima reforma da PAC oferece uma boa oportunidade para corrigir as deficiências existentes e integrar as questões da biodiversidade de forma mais eficaz.”

Será que o Durão só vê euros à sua frente? Uns têm cenouras… ele pelos visto tem euros…

Parece que uns andam a trabalhar e a apresentar soluções alternativas apenas para aquecerem e ganharem uns cobres…

Break 32…

Olha que riquinhos!!!

Break 31…

Acabei de ler aqui