115…

Um dos motivos, entre outros, que nos vai levar, em última análise, à ruína… é a ganância!
Para qualquer situação que focalize a minha atenção, Ela está lá… por vezes até a podemos confundir com outras qualidades mas se lavar-mos os olhinhos vemos afinal que é Ela… apenas mudou a indumentária!!!

Num País como o nosso, Pequeno, Dependente, e ao mesmo tempo, Grande, Independente… é devido a situações como a que a seguir descrevo, que nos damos conta de que afinal Ela também cá está…

Estamos numa época em que o discurso sobre Energias Renováveis atingiu, porventura, o pico.

O engraçado é que quem nos (des)governa não quer realmente um País com renováveis, peço desculpa, não quer cidadãos independentes a nível energético…

Extracto do Decreto-Lei n.º 363/2007…

“Artigo 4.º
Acesso à actividade de produção

1 — Podem ser produtores de electricidade por intermédio de unidades de microprodução todas as entidades que disponham de um contrato de compra de electricidade em baixa tensão.”

Ora,ora… se a minha pessoa quiser instalar micro-turbinas ou painéis solares para produção de energia para fornecer a minha habitação de forma autónoma… não pode! Tenho que me casar forçosamente com a EDP…
E porquê? Se posso produzir a energia para a minha habitação de forma autónoma, porque motivo tenho que ser “escravo” da EDP?
Ganância!
Este “casamento” traz a uma das partes todos os meses uma receita fixa sem grandes (ou nenhuns) transtornos dos quais destaco:

1º Potência Contratada (paga-se sempre! quer se consuma ou não energia)
2º Taxa Exploração DGGE (Direcção-Geral de Energia e Geologia)
3º Contribuição áudio-visual (Televisão Pública)

Temos, depois, o pretexto que temos que estar ligados à Rede, pois assim vendemos a esta o excesso de energia produzida.
Ora até concordo com esta lógica, desde que a venda de energia à dita Rede isentasse o micro produtor das taxas/contribuições atrás referidas.

Por outro lado, nem vos vou maçar com a quantidade absurda de burocracias, dinheiro e tempo, que uma pessoa tem que suportar e despender para fazer a instalação de uma micro turbina eólica em sua casa. É simplesmente desmotivador, no mínimo…

Bem diz o Povo ” De boas intenções está o inferno cheio”
E assim como parecer é fazer… parece que estamos a incentivar algo, quando realmente estamos é a manter o status quo e monopólio de empresas tipo EDP…