360…

Nada de novo (para mim)…

Cliquem em baixo no botão de tocar “play” e ouçam a voz…

E hoje também fiquei a saber a razão verdadeira para termos dado mais um tiro no nosso pé com a asneira da inclusão do Fundo de Pensões da PT… o motivo foi, também nada de novo:

AS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS DO TGV

SE NÃO FIZEREM BARULHO E ESTIVEREM QUIETOS POR UM INSTANTE… CONSEGUEM OUVIR O RUÍDO DAS MÁQUINAS A CAVAR O FUNDO DO BURACO ONDE JÁ ESTAMOS…

Break 7…

Continuam a escavar o buraco onde nos meteram…

Os políticos portugueses começaram a escavar um buraco e agora que olham para cima e vêm que não conseguem sair dele subindo, aí estão eles, a cavar o buraco para ver se chegam à superfície pelo lado oposto.
Falo dos orçamentos de estado, investimentos públicos, falta de capacidade de gestão orçamental… enfim tudo o que diz respeito à gestão dos dinheiros oriundos dos impostos, e de fundos comunitários, que olhando agora para o passado, o que produziram?
Divida! Um pântano gigantesco!!! Estamos com uma dívida pública já acima de qualquer limite razoável, mas preparamos para nos endividar-mos ainda mais, em investimentos que irão criar mais dividas, e que irão ser pagas pelos filhos dos que estão a ler esta mensagem!. Estamos com um défice orçamental que pela minha parte já dispensa comentários, pois até já demonstrei, noutros blogues, ao Português a fazer as contas do défice por si e a não ligar a números da treta que vêem na televisão. Os fundos comunitários afinal servem não para o desenvolvimento de Portugal mas sim para aldrabar o valor do défice!

A continuar-mos a dar apoio, através do nosso voto, a este tipo de políticos o futuro próximo que antevejo é deveras preocupante. Já temos, pelo menos alguns, consciência que estes políticos não têm coragem nem vontade de mudar os seus comportamentos e atitudes.
A ver vamos até quando os pobres deste País se mantêm calados e quietos!