661…

“UM ESTRANHO… PARAÍSO!”

Ai…. Ai….

Nos dias que correm os animais humanos só apelidam de “paraíso” ao local onde exista, pelo menos, uma destas três criações (deles próprios!): Aço, Betão, Alcatrão.

Se o local for desprovido destas três criações, então o mesmo é classificado como zona de “ELEVADO POTENCIAL PIN“…

As barragens são magníficas…

Pois numa só construção (na maioria delas) se juntam as três criações… Aço, Betão, Alcatrão

A barragem de Alqueva é um destes exemplos… E felizmente para nós Portugas que a mesma produz ENERGIA LIMPA… Pois foi construída no DESERTO

DESERTO?!? Sim… Deserto… Pois afinal na margem sul do rio Tejo não há NADA…

Bem… NÃO HAVIA…

Agora já temos a BARRAGEM DE ALQUEVA… E com ela milhões de euros de investimento para criação de hotéis de luxo e outras coisas importantes

No entanto os ventos mudaram de direcção! E se na altura da construção da barragem o recurso ao endividamento era visto como lógico e banal… Hoje o vento frio que vem do (far)Oeste já não considera este tipo de criação de dívida uma coisa boa…

“CGD diz que pediu ‘reiteradamente” garantias

por Lusa, publicado por Ana Meireles

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) diz que cumpriu com todas as obrigações em relação ao projeto do complexo turístico para o Alqueva liderado por José Roquette e pediu “reiteradamente” nos últimos meses garantias sobre a operação.” (fonte)

Mas parece que as “garantias” já não existem!!! É… Parece que quando os Amigos dos (vários) Governos já não dão os avais, isto de ECONOMIA DE MERCADO, deixa de ter piada…

Conclusão… Lá se foram, para já pelo menos, os hotéis de luxo, os campos de golfe de luxo, e outras coisas de luxo… Os escravos da zona que já estavam a gastar dinheiro, com recurso ao crédito pois claro, em cursos técnico-profissionais para servirem naqueles locais de luxo, agora estão feitos! Nem na Lusófona se safam… E pior é que como não vão ter uma plantação de luxo para irem trabalhar, não vão ter como liquidar o empréstimo que contraíram na BANCA, e em breve começarão as penhoras! Bem bom… Isto já parece os EUA!

Mas já que estamos numa de barragens…

A Barragem do TUA…

Bem, nesta para já, parece que ainda não falta financiamento… Ainda existiram uns protestos há uns tempos, um acampamento, venderam uns doces e coisas da região… Mas o pessoal quer é Aço, Betão e Alcatrão…

Também houve um digno Cidadão que criou uma petição… Em 20 de Maio de 2012 tinha 525 assinaturas… Agora (08Ago12) tem 3.286! Descontando os estrangeiros que também a assinaram o Zé Portuga confirma o que já AQUI TINHA ESCRITO!

Por isso meus caros, como animais humanos que somos, o caminho a seguir é este, pois não temos a mínima capacidade de alterar de rumo por vontade própria…

E, para terminar, espero que a UNESCO não se ponha com ideias parvas, mas também se retirar o título… Pouco importa… Temos os hotéis de luxo, as piscinas de luxo, as marinas de luxo… É TUDO UM LUXO…

612…

“Que paisagem tão desoladora…”

A imagem de cima é a prova de que somos uma espécie sem futuro…

O que é aquilo?

Onde está o betão e o aço?

Não ficava mais bonita e natural aquela paisagem se nós fossemos capazes de lá construir uma beleza destas?

Pois é… Mas não somos capazes de tal feito e como tal o nosso futuro vai ser mesmo miserável…

Barragens…

Pois foi… Em Novembro do ano passado escrevi sobre barragens e… fui castigado!

Agora que passou tempo suficiente para recolha de dados comportamentais… e como gosto de ser castigado (não vale gozar!) vou voltar ao tema…

Barragens…

Nós, Portugas, somos assim… da forma que escrevi em Novembro e nada nem ninguém nos vai fazer mudar.

Barragem do TUA

É obra a decorrer… E pouco importa a malta que por lá andou a protestar e a abanar cartazes…

Como puderam observar… telas de tecido com palavras escritas não foram capazes de parar as máquinas… Nem as visitas ao acTUA de VIP’s surtem efeitos… A enorme e imparável força que é a evolução do betão não pode ser travada com acções deste género…

Para esta barragem os Portugas tentaram, ou ainda estão a tentar, utilizar a forma mais comum nos dias que correm… A PETIÇÃO…

E aqui está ela… A PETIÇÃO… Há data da edição desta mensagem tinha o número avassalador de “54 pessoas já subscreveram

São poucos mas bons… disto não duvido… Infelizmente já lhes tentei mostrar que caneta e tecidos… não funcionam!

Mais uma?… Embora lá!

Aproveitamento Hidroelétrico de Lourisela…

Afirma a Câmara Municipal de Sever do Vouga

“Paisagens,gastronomia, património, aventura, vivências,  suas gentes e muito mais….”

E muito bem… Afirmado. Neste caso a Câmara está ao lado dos Portugas que protestam, até já emitiu a seguinte deliberação (retirado daqui)

E agora? Será que os Portugas estão mais motivados para a LUTA da caneta virtual? Vamos lá consultar A PETIÇÃO

Pois… Há data da edição desta mensagem tinha o número, igualmente, avassalador de “695 pessoas já subscreveram

Se os Portugas nem aproveitam a ajuda dos políticos que desta vez estão pela não construção do empreendimento, o que dizer?

Bem, devo acrescentar que o motivo da câmara é, logicamente, o económico, que por sorte desta vez coincide com o ecológico e a coisa vai na mesma direcção…

Podia dar mais exemplos… mas para o que é já serve!

Barragem de Belo Monte…

Como?!? Não conheço esta… em que zona de Portroikal (novo nome do antigo país conhecido por Portugal!) fica esta barragem?

Bem… esta não é para nós… seus gulosos!

Esta é para os Brasileiros… São eles que querem construir uma barragem… E lá, como cá, a contestação faz-se ouvir… Curiosamente neste caso os Portugas excederam-se…

E nas várias petições e acções levadas a cabo pela Avaaz já mais de 5.000 pessoas, que se dizem serem de Portroikal (Portugal), assinaram as petições!

Ainda dizem que não somos amigos!!!

Não preciso escrever mais nada… os números são elucidativos…Natureza sim… Preservar sim… Mas lá, cá não!

Mas, por falar em números… e em barragens… e em Belo Monte… e em produção de energia “VERDE”…

Hoje li uma notícia…. esta

Título…

“EDP Renováveis celebra entrada em operação do Parque Eólico de Cidreira I – 5/4/2012”

E os bacanos estão felizes… O parque ocupa uma área de 8.32 Km2 e tem capacidade instalada de 70MW… De energia “verde” isto tem pouco…

O quê? Não acham? Então vamos lá a contas da treta (as únicas que sou capaz de fazer 😆 )

Belo Monte:                                            * Parque Eólico:

Área de Albufeira – 515 Km2                * Área de implantação: 8.32 Km2

Capacidade instalada: 11.000 MW      *  Capacidade instalada: 70 MW

E que tal? Ah… pois, faltam as contas!

Então para se obter através de parques eólicos a mesma capacidade instalada na barragem, qual a área a ocupar? (pergunta boa para exame de 4º ano)

É preciso ocupar uma área de 1307 Km2

São só mais de duas vezes a área da albufeira da Barragem de Belo Monte… Mais ei…. Energia Eólica é Hiper-VERDE… pelo menos é o que nos impingem por aí!

Só nos deitam para os olhos a fase da produção… Tudo o que está a jusante népia… E como sabemos a nossa querida “Pegada Ecológica” para uma turbina completa deve ser de fugir… Entre os metais raros, a minagem, o transporte, a construção, de novo o transporte, a montagem… bem nem vale a pena ir por aqui que é para não começar a chorar lágrimas verdes!

Enquanto continuarmos a não querer ver a verdadeira causa , continuaremos rumo à miséria!

Pronto… Pronto… Estou quase a terminar…

“DEIXE A NATUREZA CUIDAR DE SI PRÓPRIA”

Podem começar!

 

578…

“Tinhas prometido que…”

Eu e a minha mania de prometer… mas o prometido é devido.. né verdade?!?

Vamos outra vez? Embora…

“Orgulho Nacional” 
Barragem de Alqueva

Depois da confusão que aqueles textos originaram… nada melhor que voltar a olhar para a poeira…

O Objectivo fundamental da construção de barragens desta envergadura é… Armazenar Água!

Assim com esta barragem consegue-se armazenar uns valentes 4150000 x 1000m3 de água (valor da capacidade total)… Por exemplo uma piscina com 50x25x2 leva 2500 m3 de liquido… água! Logo aquela água toda dá para… é só fazer a conta!

E para quê tanta água? Bem… com a gravidade a ajudar a bicha produz energia eléctrica… serve para regar campos… para a malta por os pés de molho… e para outras coisas…

Mas… infelizmente este tipo de energia não é limpa… Afinal de contas o Alentejo não é um Deserto!

Mas como já disse… Alentejo não é deserto, logo a construção do Grande Lago vai destruir algo, não muito mas algo!… Por lá existia uma coisa a que nós Portugas damos o nome de “Montado”… Vamos lá ver o que é isto…

Assim a Barragem de Alqueva ajudou a destruir Montados e toda a bicharada que por lá andava feita estúpida a VIVER…

Repararam que os bacanos apenas referem que “provocou a destruição da vegetação e flora…” Os animais acho que receberam uns quantos euros para a viagem, e umas senhas de refeições e foram-se embora de livre vontade…

Mas o mais engraçado é que quer antes da construção, quer após a construção o “Orgulho Nacional” continua a fazer vítimas…

Mas isto pouco interessa não é verdade? Pois afinal o objectivo último é LUCRO. E como raio vamos obter LUCRO com este horror de água? Fácil…

Pegamos nuns barcos…

e alugamos à MANADA, que eles gostam de vir para aqui passear e ver com os próprios olhos este Grande Lago… e até podem experimentar fazer ski, ou sku… conforme o jeito. Podem até trazer os seus barcos a motor ou à vela… Enfim o Grande Lago está cá para isto mesmo.

“E mais?”
Mais… Pronto ok…

Se por acaso a MANADA enjoar a andar de barco, criamos uns Passeios Aventura…

“Eina pá… que fixe… o que eu adoro Todo-o-Terreno!!!!”…

É bom não é… e tudo isto sempre a LUCRAR!

“Bem… mas isto assim com tanta acção, a malta fica cansada!”

Não te preocupes… Os nossos amigos MAFIOSOS já arranjaram um PIN para construir aqui… e vão fazer

Hotéis de Luxo…

que é para a MANADA descansar depois das extenuantes actividades lúdicas.

“Mais… Mais… Quero Mais!!!”

Poça que guloso… só queres LUCRO!

Ok… Construimos Campos de Golfe…

Agora que há tanta água já se pode desperdiçar a regar hectares de erva para campos de golfe… O Alentejo não é deserto mas faz calor por lá… por isso agora que há tanta água já pudemos desperdiçá-la!

Assim meus queridos Seguidores e Leitores por acidente, já sabem para que serve um Grande Lago. Há também aquelas cenas da agricultura e abastecimento de água às populações e produção de energia, mas isso é coisa pouco importante, afinal de contas quem é que quer ser agricultor hoje em dia?

Os empregos de futuro para aquela zona são agora os que estão ligados às actividades lúdicas da MANADA… por isso… requalifiquem-se! São Engenheiros Agrónomos… troca para Engenheiro de Campos de Erva! E por aí adiante…

Uma referência aos meus amigos do Brasil… Os maus exemplos são tantos que até dói… mas se a MAIORIA DA MANADA daí os vai seguir, não podem dizer daqui por uns anos que não faziam ideia de que isto era assim!

A beleza de tudo isto é que água é LUCRO… E depois é apenas questão de continuar a construir mais coisas para atrair mais MANADA pois assim o LUCRO ainda aumenta mais… Se os Montados desaparecerem por completo… NÃO FAZ MAL… AFINAL PARA QUE SERVE A NATUREZA!

559…

Mais uma para castigar…

Barragens…

Andamos desvairados… sim nós os portugas, e não só, mas com o desvario dos outros nada tenho a ver…

Barragem de Belo Monte no Brasil. O que tem? Nada, ainda não existe…então porque raio vais escrever sobre algo que não existe? Porque sou maluco…

A futura barragem de Belo Monte está a criar um sentimento de inveja e pânico por este Mundo Ocidental fora… no entanto estes reais sentimentos estão a ser ocultados atrás da, cada vez mais habitual, “Máscara Verde”

Tudo agora TEM DE SER VERDE…

A inveja: Construímos nós, portugas, a Barragem de Alqueva…

UM VERDADEIRO PORTENTO… ORGULHO NACIONAL

Com ela até batemos recordes: É a maior barragem de Portugal e da Europa Ocidental; É o maior lago (reservatório) artificial da Europa; A albufeira tem 250Km2…

Espera aí!!! 250Km2? Irra que isso é muito, não é? Depende… do local onde estás… cá na Europa pelos vistos é pouco…

A tal barragem de Belo Monte terá após ser construida uma albufeira de 515Km2… ah já estou a ver o motivo da inveja… a deles é maior que a nossa!

Mas o mais curioso é que enquanto que lá, no Brasil, estes 515Km2 representam 1.90% da área “afectada” que é o Parque Indígena do Xingu (tem 27.000Km2 área), por cá, a nossa querida barragem representa em relação ao Concelho de Moura uns expressivos 26,0% da área total do Concelho. E relativamente ao Distrito de Évora representa 19,11%

Acho que nem preciso escrever mais nada!

O pânico: Bem… o pânico dos Países Ocidentais é terem no Brasil um sério competidor… imaginem o que é um Brasil com excedente de produção eléctrica renovável… Já estão a ver? Pois… ai que MEDO

Todo o sector produtivo do Brasil dispara e os tótós Ocidentais ficam a ver, pois já batemos no tecto!

Quanto à conversa fiada que os tipos “Eco-Verdes” andam para aí a lançar, com mensagens hilariantes tipo  
“A Amazónia é NOSSA” 
“Não à destruição da Floresta Tropical”

e andam a fazer petições a pedir para cancelar o projecto da barragem de Belo Monte lembrem-se que:

– A Amazónia não é nossa, é dos brasileiros;
– Os brasileiros fazem com os seus recursos o que bem entenderem, e os outros que se vão coçar em todos os ecossistemas que já destruíram nos seus países;

TERMINO JÁ, ESCREVENDO

NÃO ASSINE NENHUMA PETIÇÃO CONTRA A CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM DE BELO MONTE. 
NÃO SEJAM HIPÓCRITAS.