679…

“Para lá do sonho e da ilusória realidade do comum viver”

Por muito que os meus fracos neurónios quisessem, e bem que tentaram encontrar uma frase para esta imagem/mensagem… Não foram capazes…

A fonte foi esta

E o que vos deixo a seguir é simplesmente a realidade que raramente é falada ou mostrada… Escuso de perder tempo a escrever, pois nada do que aqui escreva consegue exprimir o que vocês sentirão no final de verem o seguinte vídeo…


Tudo o que acabaram de ver tem o ALTO PATROCÍNIO DE:

e, das restantes 7 Famílias, obviamente!

Mas elas têm uma PRECIOSA AJUDA…

A NOSSA!

Espero assim que agora tentem colocar “…o corcel bem atado ao seu velho e possante tronco…” por forma a que “…a luz exterior não ofusque a que de dentro vem chegando, é tudo o que é preciso para sair da influência destrutiva do desabrido cavalgar quotidiano.” (Autora das frases citadas)

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

5 comentários

  1. É D… São tantas as misérias, que as vezes eu entendo os “adeptos” ao fim do mundo…
    Muitas vezes nos sentimos atados… Sem nada poder fazer…. Odeio lamentações… Não sou disso, mas… Me sinto cada vez mais pequena… Tão pequena… Que as vezes sinto que vou sumir, como um personagem de Kafka…
    Beijos amado

    Responder
  2. Pois é Voz, o teus posts são de tal modo impactantes que nem me apercebi que me estavas a citar!🙂🙂

    Obrigada caro amigo, e por favor não pares nunca o teu valoroso trabalho!

    Responder
    • Olá Isabel… Nós – os menos distraídos – sabemos que a REALIDADE para a MAIORIA dos animais humanos é aquela que o vídeo tão bem ilustra. E mesmo assim, quando o acabei de ver sentia apenas uma força estranha a apertar-me o peito…
      Minha vontade não posso aqui deixá-la escrita… Pois ainda tenho dois dedos de testa, finos, mas tenho…
      Pode ser que em breve!
      Eu é que te agradeço… És uma bela fonte de inspiração e teus escritos assentam, pelo menos para mim, como uma luva nas imagens e mensagens que quero transmitir.
      Bjs😉

      Responder
  3. aNaTureza

     /  Outubro 24, 2012 - 18:04

    Revejo-me em todos estes comentários…é atroz e tão profundo tudo o que sinto sobre esta realidade feita de desequilíbrios tão gritantes, a todo o nível.
    E apesar de tudo, agarro-me aos objectivos, não olhando obstáculos, pois eles são mais que muitos.

    Um looooongooooo abraço a todos os meus companheiros que vêem o mundo com o coração. 😉

    Responder
  4. Fizes-te bem em deixar-me este link, VOZ! Até agora vi cerca de 1/2 h do vídeo e voltarei quando este aperto no peito tiver acalmado. Seja na República do Congo ou nos bairros degradados de Lisboa, com seres humanos, principalmente crianças, a viver vidas sem rumo e em condições sub humanas, ninguém deveria viver em paz com a sua consciência.
    Estive a ler a texto da tua amiga Isabel e não há dúvida que muita coisa tem de mudar para que o mundo, doente de solidariedade e afecto não fique irremediavelmente moribundo e sem cura.
    Considero este teu incansável esforço, de tentar abrir os olhos e o coração às pessoas que por aqui andam na blogo, de um valor humano incrível e, infelizmente, tão raro…

    VOZ, obrigada por me teres chamado a atenção naquela repetição do texto no meu post.
    Já fiz a correcção e sempre que vejas algo que mereça reparo, agradeço-te que mo digas.
    É nesse patamar de confiança e franqueza, que eu coloco a verdadeira amizade.
    Bem-hajas, por isso!!
    Beijinhos, querido amigo.
    Janita

    Responder

Escrever um pensamento...

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: