550…

Positivismo…

Negativismo…

Optimismo…

Pessimismo…

Realidade…

As quatro primeiras palavras servem para qualificar o modo como alguém vê a última palavra… E curiosamente a nossa mente não é muito dada ao Negativismo e ao Pessimismo… Basta para tal uma breve visita ao “pai dos burros” para nos darmos conta de que até na definição que nós próprios damos a estas palavras somos tendenciosos… Ora observem

Positivismo – Sistema filosófico que, banindo a metafísica e o sobrenatural, se funda na consideração do que é material e evidente

Negativismo – Filosofia negativa

Enquanto o ‘+’ tem direito a uma “explicação” mais detalhada… o ‘-‘ é remetido para uma explicação de apenas duas palavras, sinal que estas definições foram escritas por alguém optimista!

Bem… chega de conversa entediante…

Esta mensagem tem por objectivo demonstrar que o cérebro do animal humano que a está a escrever é capaz de escrever algo com Positivismo… algo Optimista… Coisa rara meus caros leitores, coisa rara… ficará está mensagem, sem dúvida, nos anais deste espaço virtual…

E então aí vai…

Areias Betuminosas

Não é a primeira vez que escrevo sobre elas… o que é estranho pois perder TEMPO a escrever sobre areias não é em si mesmo algo de muito positivo… mas enfim…

A PROPAGANDA…

Mas a propaganda não fica por aqui…

Como podem ver a propaganda é construída para ser servida aos animais humanos com idades desde os 6 aos 90… Pois assim a mensagem que que as Areias Betuminosas são “nossas amigas” fica retida no cérebro fraco destes animais e será transmitida como algo de Positivo…

Há 200 MILHÕES DE ANOS…

É mais ou menos por esta altura que se formaram estas areias, e onde estão elas?

… Estão por debaixo de quilómetros e quilómetros e quilómetros de Floresta… Floresta esta que existiu (e ainda existe) há mais TEMPO que a nossa espécie ou as duas anteriores que nos antecederam, que diabo, que todas as espécies que nos deram origem!

Para os que estavam a nanar nas aulas de Biologia! O primatas pré-humanos surgiram há cerca de 4 milhões de anos…

Continuando… Pena que na PROPAGANDA das Areias Betuminosas não esteja incluída uma visita guiada a um dos locais REAIS de exploração…

https://picasaweb.google.com/s/c/bin/slideshow.swf

Assim, após tudo isto que viram… a REALIDADE parece agora outra? Antes de escrever a minha mensagem optimista, deixo-vos ficar mais umas informações:

Existem só na região de Athabasca, Canadá, segundo os escribas modernos, cerca de 1.000.000.000.000 barris de bitumen.
Que no auge da exploração deste bitumen uma área de floresta equivalente à Inglaterra terá sido industrializada.
Que para processar os tais 1.000.000.000.000 barris de bitumen são necessários 3.000.000.000.000 barris de água doce.
Que para aquecer esta água misturada com soda caustica (e outros fins residuais) gastam-se POR DIA entre 40 a 45.000.000 m3 de gás natural.

E agora sim, finalmente a minha mensagem OPTIMISTA, vinda de alguém que por breves 90000000000 nanosegundos, se converteu ao POSITIVISMO:

Daqui a 200 MILHÕES DE ANOS a zona que agora está a ser destruída por uma espécie que por azar passou neste Planeta perdido no Universo terá novamente este aspecto…

Vá, digam lá agora, que não sou capaz de visão Optimista?!?

Já agora e mesmo para terminar… Para mim ser Optimista hoje em dia, é o mesmo que ser Ignorante em Relação aos factos e dados que temos ao nosso dispor… É procurar não ver aquilo que está à nossa frente… é NÃO PENSAR nos factos e dados … pois afinal de contas PENSAR em tudo aquilo a que temos acesso, mas que preferimos “não querer saber que existe”, DÓI e PROVOCA DESCONFORTO.

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

5 comentários

  1. Olááá.

    Tenho andado um pouco assoberbada e só agora pude passar por aqui.

    Retomando o fio à nossa conversa vou dizer-te que se, como me disseste, o meu explorador tinha flipado, então já desenflipou…
    Agora vejo tudinho e com imensas coisas para ver.

    Começo por constatar que deixaste o pobre elefante repousar em paz, coitado! Pela parte que me toca, agradeço-te.
    Em seu lugar colocaste um Galeão que não sendo propriamente o Barco do Amor, já é mais agradável à vista.
    O resto vou ler e ouvir. Depois, se chegar à conclusão que a minha opinião te poderá interessar de alguma forma, comentarei, senão… saio calada.
    Não sei se gostas que te deixem beijos, mas se gostares deixo-te um.
    Janita

    Responder
  2. Olá Janita!!!

    Todas as opiniões me interessam pois todas elas mostram a visão que cada individuo faz da realidade que percepciona. Especialmente quando se adicionam novos ingredientes à realidade que julgávamos existir e que tinha como fonte a “propaganda” dos medias e das corporações!

    Quanto à nova imagem… se tiveres disponibilidade financeira para apoiar estes meus Heróis, agradeço, senão, divulgares os seus actos também é muito bom…

    Por fim…

    Beijos, Beijinhos, Abraços e Festinhas é tudo o que mais preciso (não apenas eu… mas todos os seres sencientes “normais”) por isso força com eles… o Meu Cérebro depois encarrega-se de converter o sinal digital em sinal físico…

    Bjhs para ti…

    Responder
  3. Ai dB… As vezes acho que nada sobrará da Terra…OH ser imprestável que somos……Desleixados,gananciosos, e destruindo a si mesmo, já lhe disse da outra vez…….destruindo a natureza… destruímos a nós mesmo……Enfim.talvez seja melhor mesmo que essa racinha de humanos pereça mesmo, seria um bem para o Universo afff

    Responder
  4. Oh Voz,
    lá estamos nós…mas adiante.
    Sabes que não tenho nenhum problema a ver realidades, não sabes?
    Tenho medos acompanhados, claro que os tenho, mas tenho necessidade de saber o mundo real em que vivo, apesar da tristeza que é, e sendo positivo ou negativo, ou lá o que quer que signifique, não me interessa.
    Sei sim, então que a grande maioria das pessoas está em completa negação dos factos e nem quer saber, apesar de mesmo por cá, ir descobrindo pessoas completamente diferentes a quererem saber mais e mudarem de paradigma.
    E isto, de certa maneira, apesar do agora e do futuro serem o que são, conforta um bocado, pois como dizes, precisámos todos de Beijos, Beijinhos, Abraços e Festinhas e isto torna-se mais possível entre quem se entende.

    Então lá vai mais beijinhos.
    E vou deixar de “discutir” estas palavras.

    Relativamente ás areias, tb já tomei conhecimento quando nos revelaste este “segredo”, é um daqueles mesmo bombástico-assustadores, a somar a todos os outros e lá está…passa ao lado, não se ouve falar na des-informação, o que o torna ainda pior, pois com tão poucos a reagirem (para não variar), soma e segue.

    Então lá vai mais beijinhos.
    E vou deixar de “discutir” estas palavras.

    Claro que gostei do aNaTural e sou um bocado distraída, ehehehe 🙂

    Responder
  5. Acho sempre graça, sem ter graça nenhuma, como eles arrastam os miúdos para as coisas e literalmente lhes lavam o cérebro com mentiras e conversinha de merda. É como levarem os miúdos às touradas e depois vê-los andar por aí com t-shirts “Eu sou aficionado”. Children see, children do! Mas enfim… Faz tudo parte do plano, não é? O que será do futuro dos senhores doutores poderosos sem um punhado de crianças ignorantes e totalmente controladas? Isto faz-me lembrar tanto o livro “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley. está tudo à vista, as pessoas é que não querem ver. Ou, lá está, foram controladas para não ver. Já não tenho qualquer optimismo em relação ao futuro… porque, tal como dizes, os optimistas são os que não atentam para a realidade. São guerras atrás de guerras, é crise aqui e acolá, é ver o FMI a agarrar país a país, deixar o pessoal todo controladinho com as “medidas de austeridade” ( que nome tão pomposo para chamar a isto que eles andam a fazer ), é espécies a desaparecer, são as pessoas que não páram de comer carne, de usar peles, de ir às touradas, parece que tudo está errado, para onde quer que nos viremos. A justiça a promover a injustiça, a medicina que passou~a estar totalmente absorvida pelas farmácias, a comida que se tansformou em veneno… A nossa obsessão pelo crescimento económico, temos de subir subir subir, nunca pára. A nossa absoluta dependência do petróleo, também incrivelmente absurda! Enfim… Como pode uma pessoa ser optimista? Mas pronto, tal como disseste, há um lado positivo… Talvez daqui a 200 milhões de anos tudo isto tenha acabado!

    Responder

Escreve um pensamento... E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: