516…

Então? Vamos comer ovos? Ou outra coisa qualquer derivada de ovos? Uma omeleta?

VAMOS!!!!

Então embora lá comprar 2 dúzias de ovos…

E vamos onde?

Não sei… escolhe tu…


 

Então já sabes onde vamos? Ó… vamos a qualquer um, afinal o preço é quase igual em todo o lado!

Mas é curioso, agora estou a pensar em como é que se produz tantos ovos, pois somos tantos a comer ovos e seus derivados, que devem ser produzidos aos triliões, não achas?

No mínimo… Mas como se produzem tantos? Dahh… fácil, Produção Industrial

Uma selecção e processamento isentos de erros. 


Os pintos do dia que irão dar origem às galinhas poedeiras, são fornecidos em regime de exclusividade por uma granja de multiplicação credenciada, que nos garante, nesta fase inicial, a optimização das várias etapas que compõem todo este processo.


Para isso, sucedem-se inúmeros controlos veterinários, zootécnicos, serológicos e microbiológicos com a periodicidade adequada para uma selecção e processamento isentos de erros.


A produção de ovos exige um acompanhamento ininterrupto durante e após cada 24 horas, o qual não poderá, de forma alguma, descurar qualquer componente. As duas fases do ciclo produtivo, recria e produção de ovos, são controladas pelo médico veterinário da nossa empresa de forma a garantir a máxima qualidade hígio-sanitária.

Ah… sim senhor… ainda bem que é tudo feito de forma humana e com cuidado…

Mas espera lá… se só a galinhas é que põem ovos, então o que acontece aos pintos machos?

Bem… essa não faço ideia… se calhar levam-nos para alguma quinta de criação de “frango do campo” onde crescem e depois são abatidos para serem vendidos nos talhos… mas não sei se é assim…

Ups… CLARO QUE NÃO É ASSIM…

Nunca nos devemos esquecer que estamos a falar da espécie Homo Sapiens!

A indústria faz o seguinte…

 
Será que ainda preciso de escrever mais alguma coisa sobre o consumo de ovos?
Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

8 comentários

  1. Já tinha visto a cena dos pintos do “Our Daily Bread”, mas estes ainda refinam na maldade!

    Compro apenas ovos de galinhas criadas ao ar livre!

    Responder
  2. Mas já se sabe que a nível industrial há que maximizar lucros, os futuros Frangos desta raça não iriam atingir o tamanho de venda em 2 meses, e são muito mais pequenos…

    Mas se não os matassem logo a nascença, iriam sofrer ainda mais naquelas condições que todos sabemos.

    Manuela Araújo
    Mas isso de serem criadas ao ar livre, não tem nada a ver como eles nascem, há aviários que até costumam comprar pintos pequenos e depois criam, pelo menos dos casos que eu conheço é assim, compram os pintos pequenos a empresas especializadas só nessa.

    Mas só por curiosidade quanto custa uma dúzia de ovos, nos nossos queridos hipermercados?

    saudações

    Responder
  3. E os “humanos” ainda dizem que são racionais.

    lamentável.

    Abraços

    Responder
  4. É claro…

    FAZEMOS TUDO em nome da MAXIMIZAÇÃO DO LUCRO

    Responder
  5. Ovinhos… Menstruação de galinha… yummi. Menstruação de galinha que viveu num espaço não maior que uma folha A4,a vida toda… double yummi. Já esteve mais longe de me tornar vegan. Muito mais longe! Vou aproveitar o detox para abolir de vez qualquer produto animal, para sempre.

    Responder
  6. Uma alimentação baseada em animais é o que temos. E as pessoas espantam-se com o tratamento dado a eles. Temos antes que nos perguntar sobre a nossa alimentação. A solução para quem diz gostar de animais será a opção da dieta vegan.
    Fora essa dieta e estilo de vida, não há como ser coerente com o que se diz.
    Sem dúvida que a consciência de se saber do tratamento que é votado aos animais para consumo, poderá aos poucos mudar o rumo deles (pensamento optimista).
    Mas tenho consciência de “que o que está a dar” é dizermos uma coisa e fazermos outra e na pior das hipóteses simplesmente não quererem saber.
    Muita da nossa “cultura” tem que mudar se é que queremos de facto evoluir e não sermos o que actualmente somos, cromagnons.

    Responder
  7. Homo sapiens ou Homo sapiens sapiens?

    Responder
  8. Olá Caracol! Bem-vinda…

    Espécie Homo Sapiens
    subespécie Homo sapiens sapiens

    Volta sempre!

    Responder

Escrever um pensamento...

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: