424…

Para ser visto por adultos e crianças… principalmente por aquelas crianças que acham que as febras, as costelas, o lombo, o fiambre vêm das prateleiras dos Supermercados!

Aos que já sabem do que se trata, mas continuam na mesma, será que já não basta?

Aos que ainda não sabem… vejam e tentem mudar…

Não façam é de conta que isto não interessa…

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

5 comentários

  1. Ai está o que devia ser mudado , as condições em que os animais são criados para alimentação, este é o problema real não é as touradas ou o circo.
    Se todos os consumidores soubessem as condições que os animais são criados , os bifinhos já nem sabiam ao mesmo .

    Responder
  2. Para quem come carne, claro que sim, as condições deveriam mudar, mas enquanto não mudam, que tal não fazer parte desta insanidade? Existem muito mais coisas que se podem comer, para além de animais. Mas estas condições só mudariam se a alimentação dos países desenvolvidos não se baseasse nos produtos derivados dos animais (é uma indústria gigantesca), o que me parece muito difícil.
    O que faz as más condições de criação animal, são as pessoas que baseiam a sua alimentação neste tipo de comida, ou seja a maioria de nós, porque a produção tem que ser massificada.
    Como acha que se criariam animais, na quantidade procurada pelos consumidores, a preço acessível como é, tendo em atenção o bem estar deles?
    Acha que é possível?
    O ponto de vista acima, nem é visto pelo meu lado, e sim, pelo lado dos que consomem carne.
    Como não é possível, dizer que se gosta de animais e ao mesmo tempo fazê-los sofrer tanto, eu optei por ser coerente e estar de acordo com aquilo que acho mais ético, pois existem muitas alternativas (que não é só a soja), não é uma questão de sobrevivência, é uma questão cultural. Nada nos obriga a comer carne, nem mesmo a nossa saúde.
    E nas touradas e circos, acha que tratam bem os animais???
    Não o percebo. Faça um exercício (se calhar não consegue e por isso tem essa opinião) tente se por no lugar destes animais , nas referidas situações. Todos eles têm os mesmos sentidos (e mais alguns) do que nós, os (des)humanos, como parece ainda não ter percebido.
    Estes espectáculos contêm muita violência, só não conseguindo se colocar no lugar das outras espécies, é que é possível não perceber isto.
    E este de facto, é que é o real problema, pensamos em nós, como estando no topo, quando na verdade, eles têm os mesmos direitos.
    Nós, no mínimo, temos o dever de zelar por todos os outros seres vivos, que não se conseguem defender, independentemente da espécie.

    Desculpem me, mas não consegui ser mais “resumida”.

    “Não interessa o que você pensa, o que interessa, é o que você faz.”

    Responder
  3. Bem, não comer carne por si só não resolve o problema, se todas as outras pessoas continuam a comer, podemos é pensar que estamos a cumprir a nossa parte para as coisas se resolvam, só isso.
    Alternativas existem, mas a economia actual não acha muita graça a essas alternativas…é simples não mudamos nada enquanto não mudarmos como funciona o dinheiro, e isso não é facil porque estamos no sistema, logo todos estamos condicionados.
    Quanto as touradas,eu não sou defensor, nem contra, simplesmente não vejo.E se formos comparar as condições de criação de um touro para corridas de touros, com outro qualquer animal de criação nessas grandes industrias , é ridiculo dizer que os touros sofrem em comparação com os animais que comemos. Foi esse o meu ponto de vista , para não falar na percentagem, os animais de circo e touradas nem 1% devem representar. Mas quando ouvimos alquem a defender os direitos dos animais 90% das vezes é para defender os Touros , esquece-mos das condições de criação dos animais para alimentação, que é uma situação bem mais violenta que qualquer tipo de tortura que dura 20 minutos.Não quer dizer que eu ache bem a tortura de qualquer animal é uma questão de comparações e opiniões.

    Responder
  4. Olá Carlos,
    sem dúvida que não há a mínima comparação a nível de número, mas quanto ao resto, violência é sempre violência, mais ou menos, não interessa, ela existe tb durante a tourada, para gáudio de muitos que não conseguem enxergá-la, simplesmente, porque um animal é um animal que imaginam eles, porque lhes dá jeito, não sentem dor, nem pânico como nós, enfim…E os circos, a vida quase toda destes animais, é passada em jaulas e na aprendizagem sob a forma de medo, em que as pessoas tb não enxergam o que está por detrás do espectáculo. Só não conhecendo (nem é preciso ter muito conhecimento sequer)a natureza deles, é que se cai na esparrela.
    Anestesias mentais e lavagens cerebrais desde pequenos a que todos nós fomos submetidos, é a cultura dos povos. Faz com que não nos questionemos, aceitamos (á partida tudo), como se fosse a verdade e legítimo.
    Pois alguns de nós vão acordando e percebendo que toda esta “cultura” só tem a ver com duas coisas: dinheiro e narcisismo.
    E claro que tens razão no “esquecimento” das pessoas quanto aos animais para consumo, mas isso tb faz parte do esquema que acima mencionei, como tb já deves saber.
    Portanto, cabe a quem tem esta consciência falar e dar exemplo, nem que seja, como dizes, fazer a nossa parte.
    Obrigada pela troca de impressões.
    Viva a Vida!

    Tinha mais coisas para falar, mas fico-me por aqui…

    Responder
  5. Uau!!! Gostei…

    No fim das contas:

    O Problema Real é que somos quase 7 biliões de “deficientes” a torturar, extinguir, poluir, desconfigurar tudo o que mexe e que não mexe… pois parece que não sabemos fazer nem mais nem melhor…

    Responder

Escreve um pensamento... E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: