418…

“O Tempo Chegou…” de voltarmos a ter noção do TEMPO…

Confuso? Não vale a pena…

Estamos a viver numa época alucinante em que algo com 24 horas já é passado, já não interessa… E por estarmos a viver neste frenesim temporal já muitos perderam a noção do TEMPO, e pelos vistos a noção do REAL.

Já aqui escrevi sobre o MITO DO NUCLEAR, e é realmente algo em que Nós Humanos nunca nos havíamos de ter metido. (Mensagens sobre o MITO DO NUCLEAR – ver aqui e aqui).

Infelizmente não foi isso que aconteceu e o passado mostra bem que cometemos um grave erro. Desde as Bombas Atómicas utilizadas na 2ª Grande Guerra Mundial, aos imensos arsenais nucleares, às inúmeras bombas com material radioactivo que continuam a ser utilizadas, à explosão do reactor de Chernobyl, às centrais nucleares em funcionamento quando já deviam ter sido desactivadas… enfim temos um Planeta salpicado de verdadeiros perigos para todas as formas de vida existentes, e parece que nada se passa.

E numa das mensagens sobre o MITO DO NUCLEAR, falei sobre Onkalo… Um depósito para o lixo nuclear das centrais finlandesas em funcionamento e futuras!

E é graças a esta instalação que esta mensagem se inicia da forma que inicia.

Tive o raro prazer de ver um bom documentário, o qual penso que nunca verei nos canais portugueses. Não é coisa que gere fluxos financeiros como tal não interessa

Felizmente que tenho a sorte, tal como os leitores desta mensagem, de ter Internet em casa, um luxo nos dias que correm.
E como temos esta sorte fica a seguir o documentário em inglês com sotaque finlandês mas perfeitamente perceptível (sem legendas) (aproveitem enquanto está on-line)

Mas o que me deixou perplexo é o facto das pessoas que estão a desenvolver/estudar/construir Onkalo estarem convictas de que aquilo vai durar e durar e durar… pensam eles que cerca de 100.000 (CEM MIL) anos…

No documentário também fizeram isto… mas eu fui mais longe…

(Clicar na imagem para ampliar)

Se olharem para esta representação do TEMPO rapidamente concluímos, Eu pelo menos concluo, que estas pessoas andam a tomar drogas alucinogénas.

Foi apenas há cerca de 40.000 anos que a nossa espécie iniciou a ocupação de territórios na Euroásia, e há pessoas que acreditam que temos a capacidade de construir algo que vá durar 100.000 (CEM MIL) anos.

Isto é tão hilariante que, a seguir, podem ver o planeamento da obra…

Deram conta? Só no ano 2120, já nenhum de Nós cá está para ver… é que eles contam selar o depósito. E depois de selado a construção cairá no esquecimento, pois 100.000 anos é muita geração. Provavelmente já nem existirá a sub-espécie Homo sapiens sapiens daqui a 100.000 anos mas o NOSSO LIXO NUCLEAR esse cá estará…

Para mim, é simplesmente algo de inaceitável, o que a minha espécie fez, faz e quer continuar a fazer a este Planeta e a todos os Seres Vivos que nele vivem.

Espero que daqui a 3.000.0000 anos já não exista nenhum vestígio de que NÓS por aqui passamos…
3.000.000 anos? Sim… vejam lá estes valores…

Meia-Vida*
Elemento Milhões Anos Anos
Uranium-234 234U 0.246 246,000
Neptunium-237 237Np 2.144 2,144,000
Plutonium-238 238Pu 0.0000877 88
Americium-241 241Am 0.0004322 432

(* “Meia-vida é o tempo necessário para a actividade de um elemento radioactivo ser reduzida à metade da actividade inicial.”)

Sempre que produzimos 234U e o metemos no lixo a meia-vida é o módico TEMPO de  246.000 anos… coisa pouca!

Para MIM… NUCLEAR NÃO OBRIGADO.

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

16 comentários

  1. Vi os 3 minutos e stou curiosa para ver o resto. Vou ver se amanhã arranjo uma hora para isso.

    Responder
  2. Olá… vale bem o TEMPO…

    Responder
  3. Depois volta para opinar…

    Responder
  4. Ainda não vi (tenho que pedir ajuda a alguém 😦 ), mas com as tuas explicações, nem é preciso ver para saber a estupidez que paira sobre nós. É caso para nos perguntarmos se realmente a nossa espécie possui inteligência total ou selectiva, pois só a aplicamos com um determinado objectivo, que pelos vistos nunca é analisado globalmente.
    É muito triste e principalmente perigoso.
    Tenho muita pena de todos os habitantes da TERRA.
    É preciso ser-se muito presunçoso e ter tanta falta de humildade perante a grandiosidade em que nos inserimos, para ter este tipo de opção.
    Deixo aqui uma parte do comentário que fiz no sustentabilidade: Gosto de pensar, que os meus amigos e conhecidos a que falei dos vossos blogues, os visitam e não deixam comentários, mas que ficam com a informação por vocês fornecida. Seria muito bom.
    Abraço

    Responder
  5. Já agora, gostava que visses um comentário que fiz no post “Agricultura ecológica ou permacultura holzeriana”, no Sustentabilidade, se tiveres tempo, é claro.
    É sobre a monocultura da vaca e o descalabro que gera

    Responder
  6. Fui ler… e nada me surpreende… Já aqui publiquei notícias sobre esse problema lá fora, e cá… mas os animais humanos não têm capacidade suficiente para entender a Natureza.
    A próxima mensagem irá ilustrar bem aquilo que acabei de escrever. Já está em publicação automática desde ontem…
    Isto só lá vai quando o nosso número for de 250.000 animais e temos que ser todos realmente Inteligentes.

    Responder
  7. “Isto só lá vai quando o nosso número for de 250.000 animais e temos que ser todos realmente Inteligentes.”
    O que é que isto quer dizer???
    Não percebi…

    Responder
  8. Quer dizer que enquanto o número de animais humanos continuar a aumentar como tem acontecido, este ano em princípio atingimos os 7 biliões!!!, não há Planeta que aguente.
    Se por um acaso a Natureza nos colocar nos eixos dando-nos uma 5ª oportunidade, então espero que os que por cá andem sejam realmente inteligentes e não cometam a mesma burrice que os seus antecessores…
    Os 250.000 foi bug!! Mas se fosse real também não era mau.

    Responder
  9. Obrigado antes de mais nada pela ligação,acabei de ver o documentário e fiquei sem palavras…creio que não vale a pena dizr mais nada porque já foi tudo dito.
    Resta-me apenas dizer o mesmo que disse ,NUCLEAR PARA MIM NÃO,OBRIGADO !
    …………………….Porém surgem-me 1001 perguntas na cabeça,em Onkolo ainda que os resultados futuros de prevenção sejam (…)pergunto qual é o tipo de prevenção que está a ser implementado na central nuclear que existe em espanha,ou em frança.
    Será que somos todos loucos…MEU DEUS ACORDEM ANTES QUE SEJA TARDE !!!

    Responder
  10. Caro BB…

    Obrigado por ter visto este documentário e pelo comentário.
    A sua questão é lógica… o que fazem estes tipos em Espanha e França e por este Mundo fora…
    A resposta, como tudo nesta Civilização actual, tem duas faces:
    A face da resposta Governamental “Fazemos tudo, gastamos o que for necessário para garantir a segurança e tratamento…” blá blá blá… e a outra Face, a da realidade, que pode ver aqui.
    Se tiver uns minutos disponíveis do seu TEMPO para perder, sugiro que nas etiquetas escolha as seguintes “Nuclear NÃO OBRIGADO” e “Chernobyl”…
    Por fim… pode ter a certeza que se não somos todos loucos pouco falta!

    Responder
  11. dB Obrigado pelos links,respondi a um deles,mesmo assim foram um rude despertar,havia muita coisa que desconhecia.
    Ainda assim prefiro isso a passar a vida a dormir.
    Obrigado.

    Responder
  12. dB Peço desculpa mas dei-lhe o nome errado de um telefilme.
    O nome real da telefilme que passou por cá depois de Chernobyl foi A TEIA um documentário feito pela BBC.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Threads

    Embora a série se refira ao conceito de “guerra nuclear” mesmo assim aconselho o seu visionamento a todos os que acreditam no “nuclear como energia alternativa”,mesmo os mais bem intencionadinhos e verdes.
    A ver se mudam de ideias.
    Hoje em Espanha deve estar um lindo dia…

    Responder
  13. Voz

    Azar o meu: já tinha visto para aí metade do filme documentário, e tive de interromper. Depois não acabei logo, que não pude. Agora ia acabar de ver, aproveitando a gripe, e “viste-o? nem eu”

    Da parte que vi, achei algo semelhante a um filme de terror…

    Será que após Fukushima vão continuar a insistir nesta barbaridade? Mas activas ou não, as centrais nucleares, os resíduos existentes não desaparecerão…

    Mais um “rico” legado para as gerações futuras (e presentes)

    Responder
  14. Estive teus posts e precis avisar-te… neste trecho, (Mensagens sobre o MITO DO NUCLEAR – ver aqui e aqui). indicas blogs que estão desativados. Pena, queria saber do conteúdo!

    Responder

Escreve um pensamento... E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: