311…

Outra vez…

Gás Não Convencional (GNC)… e porquê escrever outra vez, a primeira foi aqui, sobre GNC? Porque o Tempo passa e os podres lá começam a emergir…

Descobri um sítio deveras elucidativo sobre como a máquina funciona!
O sítio é www.gas-shales.org e tem a sigla GASH, e é-nos apresentado como sendo “a primeira iniciativa Europeia de pesquisa interdisciplinar para o gás shale“. Até aqui tudo fino…

Só que explorando o sítio aparece um link com a indicação de patrocinadores! E antes de clicar, pensei eu, na minha inocência que era patrocinado pela UE. Sou mesmo inocente…

Ora, com estes patrocinadores… estamos mesmo a ver o resultado dos estudos que de lá vão sair… Posso já afirmar, e resumindo, que a extracção de GNC pelos métodos actuais é do mais seguro e ambientalmente verde que há, e que não acarreta riscos sérios para a saúde. A extracção é efectuada seguindo os padrões mais elevados de segurança e todos os resíduos são devidamente tratados em estações de tratamento. E tudo o mais que se possam lembrar de positivo, há-de sair das conclusões destas pesquisas/estudos interdisciplinares.
Nem referi a “independência energética” porque essa é o nosso “ar”…

Mas será mesmo assim?!?
Claro que não…

Clique em baixo no texto ‘Gasland’ para ver!

Watch “Gasland” on PBS. See more from NOW on PBS.

– Gostei especialmente da parte em que o Senhor inflama a água que sai pela torneira… simplesmente delicioso… têm que descobrir uma forma de capturar este gás e assim já poupam na conta do gás!!! –

Este vídeo é uma parte dos podres que começam agora a emergir e que já estão a começar a ser abafados… através de estudos efectuados pela EPA (que a História demonstra que não é uma organização séria!)

E, infelizmente, acabo esta mensagem da mesma forma como acabei a atrás referida…

Uma coisa é certa: não será a introdução de energias eólicas, solar, nucleares, oceânicas, biomassa, et caetera, que no futuro próximo irão substituir a utilização do gás natural. Estou convicto que, de igual forma com o petróleo, só deixaremos de utilizar esta fonte de energia quando ela acabar, ou for economicamente inviável.

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

Escrever um pensamento...

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: