115…

Um dos motivos, entre outros, que nos vai levar, em última análise, à ruína… é a ganância!
Para qualquer situação que focalize a minha atenção, Ela está lá… por vezes até a podemos confundir com outras qualidades mas se lavar-mos os olhinhos vemos afinal que é Ela… apenas mudou a indumentária!!!

Num País como o nosso, Pequeno, Dependente, e ao mesmo tempo, Grande, Independente… é devido a situações como a que a seguir descrevo, que nos damos conta de que afinal Ela também cá está…

Estamos numa época em que o discurso sobre Energias Renováveis atingiu, porventura, o pico.

O engraçado é que quem nos (des)governa não quer realmente um País com renováveis, peço desculpa, não quer cidadãos independentes a nível energético…

Extracto do Decreto-Lei n.º 363/2007…

“Artigo 4.º
Acesso à actividade de produção

1 — Podem ser produtores de electricidade por intermédio de unidades de microprodução todas as entidades que disponham de um contrato de compra de electricidade em baixa tensão.”

Ora,ora… se a minha pessoa quiser instalar micro-turbinas ou painéis solares para produção de energia para fornecer a minha habitação de forma autónoma… não pode! Tenho que me casar forçosamente com a EDP…
E porquê? Se posso produzir a energia para a minha habitação de forma autónoma, porque motivo tenho que ser “escravo” da EDP?
Ganância!
Este “casamento” traz a uma das partes todos os meses uma receita fixa sem grandes (ou nenhuns) transtornos dos quais destaco:

1º Potência Contratada (paga-se sempre! quer se consuma ou não energia)
2º Taxa Exploração DGGE (Direcção-Geral de Energia e Geologia)
3º Contribuição áudio-visual (Televisão Pública)

Temos, depois, o pretexto que temos que estar ligados à Rede, pois assim vendemos a esta o excesso de energia produzida.
Ora até concordo com esta lógica, desde que a venda de energia à dita Rede isentasse o micro produtor das taxas/contribuições atrás referidas.

Por outro lado, nem vos vou maçar com a quantidade absurda de burocracias, dinheiro e tempo, que uma pessoa tem que suportar e despender para fazer a instalação de uma micro turbina eólica em sua casa. É simplesmente desmotivador, no mínimo…

Bem diz o Povo ” De boas intenções está o inferno cheio”
E assim como parecer é fazer… parece que estamos a incentivar algo, quando realmente estamos é a manter o status quo e monopólio de empresas tipo EDP…

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

4 comentários

  1. E da Banca! Os equipamentos estão ao “balcão” da banca! A publicidade é particularmente nojenta, pelo menos, para quem está por dentro do assunto!(vão salvar o Planeta e as espécies)
    Uma amiga minha investiu 25.000 euros, para equipar a casa para produzir energia e ainda nem sequer tem quota na rede, com o equipamento pronto há um ano! Está ali um verdadeiro 31! Vergonhoso!

    Responder
  2. Sim… já nem falo nisso pois há limites de potência que pode ser vendida… enfim mais um grande esquema… mascarado de Eco!

    Responder

Escrever um pensamento...

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: