34…

O Ozono…
Após ver este vídeo fiquei com um gostinho agridoce! no mínimo… então em que pé estamos?

Depois li isto…
“We found a global slightly positive trend of ozone increase of almost 1% per decade in the total ozone from the last 14 years: a result that was confirmed by comparisons with ground-based measurements,” said Diego G. Loyola R. who worked on the project with colleagues from the German Aerospace Center (DLR).

e pensei “afinal as medidas de combate aos CFC’s sempre deram em algo…”
Para logo a seguir ler isto…
“August 27, 2009-Nitrous oxide has now become the largest ozone-depleting substance emitted through human activities, and is expected to remain the largest throughout the 21st century, NOAA scientists say in a new study.
For the first time, this study has evaluated nitrous oxide emissions from human activities in terms of their potential impact on Earth’s ozone layer. As chlorofluorocarbons (CFCs), which have been phased out by international agreement, ebb in the atmosphere, nitrous oxide will remain a significant ozone-destroyer, the study found. Today, nitrous oxide emissions from human activities are more than twice as high as the next leading ozone-depleting gas.
Nitrous oxide is emitted from natural sources and as a byproduct of agricultural fertilization and other industrial processes. Calculating the effect on the ozone layer now and in the future, NOAA researchers found that emissions of nitrous oxide from human activities erode the ozone layer and will continue to do so for many decades.”
E agora? Ainda outro dia vieram a público noticias que era necessário aumentar a produção agrícola em cerca de 70% até 2050! Um aumento deste tipo só será possível com a utilização massiva de fertilizantes pois a terra não tem capacidade per si de se auto-regenerar à velocidade que necessitamos… mais NOx lançado para a atmosfera, menor quantidade de ozono… bem bem… assim é que não vamos mesmo lá…
Também já escrevi e mantenho: somos seres humanos a mais para este Planeta!
Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

8 comentários

  1. Caro(a) 0 db, tomei conhecimento do seu “o Tempo Chegou” no “Sustentabilidade é Acção”; e agora estava a dar uma “olhadela” e ficou-me a sua opinião: “somos seres humanos a mais para este Planeta!”.
    Perante esta realidade, e uma vez que não podem ser eliminadas, o que me pergunto (e lhe pergunto) é o que pode ser feito para ultrapassar este excesso de população?

    cumprimentos

    Responder
  2. É como disse “não podem ser eliminadas”. O que pode ser feito? Pela espécie em questão nada! Não temos a capacidade para agir neste tipo de questões… e de qualquer forma para a grande maioria dos seres humanos o controlo do número é algo de impensável…
    E assim sendo terá de ser o sistema natural a resolver o problema, demora mais tempo, mas acaba por repor o equilíbrio.

    Responder
  3. Caro voz do O db… e se os grandes tiverem em mente seleccionar aqueles que devem padecer de uma morte natural, sendo ela artificial?…
    Como quem, eles que morram, que nós ficamos por cá a vê-los ir, não sem antes nos enriquecerem, através das farmacêuticas?!
    Acha que não se apercebem do perigo e que vão tentar tudo fazer para o evitar?

    Responder
  4. Não me passou, passa, pela cabeça este tipo de solução de matança selectiva, para isto a mãe natureza já faz o que tem de fazer! O meu ponto de vista é o contrário. Deve-se começar a mentalizar as novas gerações que o nosso Planeta não dará suporte de vida a tantos seres humanos. De resto em algumas zonas do Planeta este pensamento já se começa a manifestar… ainda que não por estas razões de sustentabilidade!!!

    “More young people in Shanghai hesitate to have children” extracto daqui http://news.xinhuanet.com/english/2009-10/22/content_12301954.htm

    Responder
  5. Deixo entretanto também um link, de uma bióloga, que deu hoje entrevista na TSF e que escolheu um modo de vida alternativo… a bem dos seres. Acho que vale a pena ser divulgado, que acha, voz de 0 db?

    http://odecrescimento.blogspot.com/

    Responder
  6. É praticável… mas em número reduzido! Não é aplicável para GRANDES NÚMEROS… Quanto a viver no campo… quem me dera ter família com casa e terrenos no campo! De resto já é intenção nossa (minha e da minha fantástica mulher) quando acabar a escravatura vender tudo o que temos e irmos para o campo! A ver vamos se lá chegamos com condições para isso…

    Responder
  7. Espero bem que sim, voz do 0 db… eu já tenho esse privilégio.
    Além de que acho, que deve mrerecer essa compensação. Admiro muito o trabalho que faz no seu blogue, nos comemtários ao Dr. Garcia Pereira… especialmente este último sobre a realeza… 🙂 Já fui pesquisar e fiquei perplexa.
    Abraço 🙂

    Responder
  8. O que fizerem àquele Homem (O Arguido) só porque queria estudar é inarrável…

    Responder

Escreve um pensamento... E não te preocupes com nada! Tens neste espaço liberdade total para escreveres o que te apetecer e como te apetecer! Sem restrições!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: